quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Uma causa e cura do câncer?


Amigos e amigas.
A tradução que fiz e reproduzo abaixo dispensa apresentação, explicação, louvor, etc. É algo tão fascinante que já está sendo contestado, achincalhado, etc, pelos grandes corruptores. Seus "especialistas" e aspones, certamente, tentarão fazer de tudo para desmerecê-lo, desacreditá-lo. Corre-se o risco até do seu autor sofrer processos de "parentes de vítimas que morreram por causa do charlatanismo do Dr. Simoncini".
Deixando o fatalismo pessimista de lado, leiam abaixo as explicações do Dr. Tullio Simoncini. Ele deixa claro que é um tratamento para tentar eliminar o câncer, não uma panaceia.
FAB29
"Se há 40, 30 ou até mesmo 20 anos atrás ainda era possível convencer de alguma forma as pessoas da bondade da oncologia oficial e de seus resultados, hoje, depois de resultados que são tão contínuos como vazios (embora regularmente alardeados pela mídia), ninguém aceita ser seduzido por palavras, sobre hipóteses e promessas que não foram entregues e não serão, por mais tempo. A consciência dolorosa, que quase todo mundo já experimentou, do fim miserável deste ou daquele parente, amigo ou conhecido, é associada com essas falhas.
Devemos nos render à evidência de que a oncologia contemporânea é incapaz de nos dar as respostas necessárias para aqueles que são pacientes com câncer e que, portanto, é nossa obrigação moral e ética tentar encontrar a solução correta para a doença mais grave e mais dolorosa do nosso tempo.
O câncer é um fungo 
Por cerca de 100 anos, a teoria fundamental por trás do câncer tem sido baseada na hipótese de que ele é um mau funcionamento dos genes. Este ponto de vista implica que o câncer é intracelular. Meu ponto de vista, porém, é que o câncer é uma infecção fúngica e, portanto, um fenômeno extra-celular.

Candida 
No mundo das plantas, os cânceres são causados ​​por uma invasão de fungos e é possível argumentar que a mesma coisa acontece em seres humanos. Os fungos estão sempre envolvidos em cânceres: eles são encontrados tanto in vivo quanto no exame post-mortem.

No entanto, os cientistas acreditam que eles se desenvolvem após o início da doença. Minha opinião é que eles vêm antes: eles produzem o câncer, diminuindo o sistema imunológico e, em seguida, invadindo todo o organismo.

Cada tipo de câncer é causado por fungos da espécie Candida, como é também referenciado por outras pesquisas, e a configuração histológica é um resultado da reação de defesa de um tecido contra a invasão. Com o tempo, o tecido fica esgotado e só produz células indiferenciadas.
Um câncer poderia ser chamado de um "abscesso sólido", onde as colônias formam o centro e hospedam reações celulares ao seu redor.
Bicarbonato de sódio
Drogas anti-fúngicas tradicionais são ineficazes no tratamento de tumores sólidos porque as colônias podem ser atacadas apenas sobre a superfície do seu volume e, após as primeiras administrações, elas se tornam resistentes.
Uma infecção sólida é muito mais potente do que uma bacteriana. É por isso que infecções fúngicas simples podem durar para sempre.
Eu identifiquei as substâncias únicas capazes de penetrar essas infecções volumétricas: para câncer dos órgãos internos é bicarbonato de sódio; e a melhor substância para eliminar o câncer de pele é tintura de iodo, principalmente quando é espalhada sobre o crescimento. Há muitas publicações que descrevem a eficácia do bicarbonato de sódio sobre o câncer, mas as conclusões nelas são invariavelmente erradas porque elas  as supõem intracelular, ao invés de ação antifúngica.
O tratamento 
Meus métodos têm curado pessoas há 20 anos. Muitos dos meus pacientes se recuperaram completamente do câncer, mesmo nos casos em que a oncologia oficial tinha desistido.
A melhor maneira de tentar eliminar um tumor é colocá-lo em contato com o bicarbonato de sódio, tanto quanto possível, ou seja, utilizando a administração oral para o trato do aparelho digestório, enemas para o reto, esguichos para injetar na vagina e no útero, injeção intravenosa para o pulmão e o cérebro, e por inalação para as vias respiratórias superiores. Peitos, linfonodos e nódulos subcutâneos podem ser tratados com perfusões locais. Os órgãos internos podem ser tratados com bicarbonato de sódio, localizando cateteres adequados nas artérias (de fígado, pâncreas, próstata e membros) ou nas cavidades (da pleura ou peritônio).
É importante para o tratamento de cada tipo de câncer a dosagem certa. Para uma venóclise, 500 cc, a 5% ou 8,4% é necessário, pois as administrações externas são suficientes para provar se a solução é salgada. Às vezes, é prudente combinar diferentes administrações. Para cada tratamento, levar em consideração que as colônias de tumores regridem entre o terceiro e quarto dia e colapsam entre o quarto e quinto, de modo que uma administração de seis dias é suficiente. Um ciclo eficaz completo é composto de seis dias de tratamento e seis dias de folga, repetido quatro vezesOs efeitos colaterais mais importantes deste sistema de cuidados são sede e fraqueza.  
Para o câncer de pele, uma tintura de iodo a 7% deve ser espalhada sobre a área afetada, 20-30 vezes, uma vez por dia, com o objetivo de produzir uma série de camadas de crostas . Após esse tratamento, o câncer sumirá e não voltará.
Oncologia pediátrica 
Esta terapia é também aplicável em oncologia pediátrica, desde que a dose seja ajustada e revista de acordo com o peso e idade do lactente, bem como do tipo de formação neoplásica.

Casos clínicos 
Vários bem documentados casos clínicos, examinados antes e após os tratamentos de bicarbonato de sódio, foram relatados e esboçados neste site. 
Escrevi um livro intitulado "O câncer é um fungo", publicado em italiano, holandês, francês e inglês. Obrigado pela ajuda de familiares e amigos."
 http://fab29-palavralivre.blogspot.com

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).