quarta-feira, 16 de abril de 2014

Planta importante na Diabetes

Imagem copiada net
A diabetes está por toda a parte; é um desequilíbrio metabólico  presente no corpo da maioria das pessoas.
Muito se pode fazer para controlar e curar esta doença, principalmente a diabetes tipo 2, que é uma doença do estilo de vida.
Mas, pesquisadores da Universidade de Auckland diz que temos uma planta que nos pode ajudar, pois mostrou que tem a capacidade de diminuir a sensibilidade à insulina e aumentar a produção de insulina pelo pâncreas - o Extrato das Folhas da Oliveira.
Ficou concluído que:
" A suplementação com polifenóis da folha de oliveira por 12 semanas melhorou significativamente a sensibilidade à insulina, e a capacidade de secreção de células beta  em homens de meia idade."
Os cientistas envolvidos fizeram uma comparação entre os fármacos para controlar a diabetes e o extrato da folha de oliveira, e mostraram a vantagem do produto natural frente ao químico.
Os medicamentos convencionais normalmente só atuam num sentido, por exemplo o fármaco que diminui a sensibilidade a insulina, não aumenta atividade das células beta pancreáticas, mas o extrato da folha da oliveira mostrou ter ação tanto num caso como noutro.
No ano passado um estudo Israelense mostrou a ação terapêutica do extrato da folha de oliveira na diabetes tipo 2, onde as pessoas desceram significativamente os níveis de HbA1c ( hemoglobina glicosilada) um marcador importante nas pessoas diabéticas.



É sempre bom ter umas plantas que nos possam ajudar, mas da mesma forma que os fármacos não curam, as plantas também não. O que nos cura, é a volta ao equilíbrio interno, resultante de um estilo de vida adequado, mas enquanto não encararmos essa realidade, podemos sempre para controlar os sintomas escolher terapias menos agressivas, como o extrato da folha da oliveira.

http://casadasaudenatural.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).