quinta-feira, 8 de maio de 2014

Uma historia de sucesso nas doenças Reumáticas

imagem copiada net
Num grupo do Facebook, penso que foi no Portugal Frugífero, encontrei o testemunho pessoal de alguém que resolveu os seus problemas dolorosos com a alimentação crua.
Decidi publica-lo porque penso que pode ser de ajuda ou de incentivo a outras pessoas, principalmente aquelas que deixaram de ter esperança, aquelas a quem foi dito "é para sempre". Não podemos permitir que nossa mente acredite na cronicidade das doenças.
Desistir é render-se à toma de fármacos, é não confiar na perfeição e na sabedoria que habita cada corpo, que habita cada célula. Temos de acreditar, de confiar, mas para isso, como mostra a historia temos de encontrar o caminho e mudar.
" Vou só dar um pequeno mas grande contributo para mim. Eu, "doente reumatológica", com acompanhamento medico e muita droga durante anos, cheguei ao ponto de quase total incapacidade e dependência.
Estou neste momento - passado pouco mais de 1ano de uma alimentação crua - a chegar de uma aula de FITNESS, em que depois de 45 minutos de atividade intensa ainda fiz ABDOMINAIS!!!

A doença é totalmente incapacitante e muito dolorosa e nenhuma droga me aliviou nem melhorou. Mas, passado 1 mês de alimentos crus, já havia largado os comprimidos.
SIM, a nossa saúde reside nos alimentos saudáveis e eu sou prova disso.
imagem copiadanet


Hoje estou muito feliz pela minha conquista (abdominais) e quis partilhar o sucesso, que se deve exclusivamente à FRUTAAAA.

Só eu sei a força que é preciso ter, principalmente os primeiros meses, foram para esquecer! Agora já lido bem, já estou quase imune aos cheiros da comida ( eu continuo a cozinhar e lá em casa é tudo omnívoro).
Mas a motivação é algo que nos dá muita força.
Só de pensar em voltar a ter as dores que tinha...credo, nunca!!!"

Casa da Saúde Natural 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).