terça-feira, 24 de junho de 2014

Baixos Níveis de Vitamina D (menos que 50 ng/mL) Podem Causar Câncer e Aumentar Risco de Morte




Dois novos estudos da Alemanha se somam a um corpo crescente de evidências mostrando que os níveis ideais de vitamina D são cruciais para a boa saúde. Com base nas conclusões, as pessoas que são insuficientes ou deficientes em vitamina D são muito mais propensas a desenvolverem doenças cardiovasculares, doenças respiratórias e câncer e também são mais propensas a morrerem precocemente em relação a aquelas com níveis ideais de vitamina D. No primeiro estudo, que foi publicado no American Journal of Clinical Nutrition (AJCN), pesquisadores do German Cancer Research Center (GCRC) realizaram uma análise baseada numa população de indivíduos com idades entre 50 e 74 anos. Durante um período de acompanhamento que durou quase 10 anos, a equipe calculou o número de mortes que ocorreram de várias condições, bem como o número de eventos cardiovasculares e respiratórios.
Determinaram que o risco de mortalidade começou a aumentar acentuadamente entre os indivíduos com níveis de vitamina D inferiores a 25 ng/mL — níveis de vitamina D são normalmente medidos em termos de níveis séricos de 25-hidroxi vitamina D (25(OH)D). Indivíduos com níveis de 25(OH)D menores que 20 ng/mL, mas superiores a 12 ng/mL foram constatados terem cerca de 17 por cento mais probabilidade de morte prematura, enquanto que aqueles com níveis abaixo de 12 ng/mL tiveram cerca de 71% de probabilidade de morrer precocemente.
Neste grande estudo de coorte, concentrações séricas de 25(OH)D foram inversamente associadas com a mortalidade por todas as causas e por causas específicas,” escreveram os autores. “Em particular, a deficiência de vitamina D [concentrações de 25 (OH) D menores que 12 ng/mL] foi fortemente associada com a mortalidade por todas as causas, com doenças cardiovasculares, câncer e doenças respiratórias.
Conclusões semelhantes também foram obtidas do segundo estudo, que também foi realizado no GCRC. Quase 10.000 homens e mulheres com idades entre 50 e 74 anos, vivendo em Saarland, Alemanha, foram incluídos no estudo, que foi publicado na revista Cancer Epidemiology, Biomarkers & Prevention. Um acompanhamento de um período de oito anos revelou que os níveis baixos de vitamina D entre os homens, principalmente, foram associados com risco aumentado de câncer de próstata, de pulmão, colo-retal e de outros tipos.
Concentrações de 25(OH)D foram significativamente associadas com incidência geral de câncer em subgrupos deste grande estudo da Alemanha”, escreveram os autores em suas conclusões.

Seus níveis de 25(OH)D devem ser superiores a 50 ng/mL

De acordo com o mundialmente famoso Vitamin D Council, mesmo 25 ng/mL de 25 (OH)D é considerado baixo, com um intervalo ótimo entre 50 e 80 ng/ml . O Vitamin D Council oferece um kit caseiro de teste de vitamina D feito pelo laboratório ZRT que pode ajudá-lo a determinar se você está insuficiênte ou deficiente em vitamina D.

Estudos indicam que, para a boa saúde, níveis séricos de vitamina D devam ser de um mínimo de 50 ng/mL, com ótimos níveis entre 50 e 80 ng/mL ” escreve o Conselho. “Estes valores se aplicam a crianças e adultos.

http://www.noticiasnaturais.com
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).