segunda-feira, 14 de julho de 2014

Conheça as propriedades e aprenda a preparar o chá de losna


Losna ou Absinto
Uma planta capaz de tratar doenças do fígado | Imagem: Reprodução
A (Artemisia Absinthium) é uma erva medicinal  que, segundo registros, deve ser usada há milhares de anos. Muito conhecida por suas propriedades medicinais, a losna também é usada na fabricação da bebida alcoólica absinto. Na Grécia antiga, era usada em homenagem à deusa Ártemis, que era a deusa da fecundidade e da caça, daí derivou seu nome científico.
Alguns nomes comuns como a planta também é conhecida: Absinto; absíntio; Absinto Romano, absinto-comum, absinto-grande, absinto-maior, aluína, alvina, amargosa, artemísia, absíntio, absíntio-comum, acinto, acintro.
Quando usada de maneira correta, sem excessos, a losna aumenta a secreção biliar e melhora o funcionamento do fígado, sua infusão tem uma característica bem marcante: o sabor amargo!
Contam que a losna, por essa característica, foi mencionada em um provérbio do sábio rei Salomão: “ A infidelidade, ainda que possa ser excitante e doce no seu início, costuma ter um fim amargo como a losna!”

Essa planta também tem outras propriedades como

  • trata anemias;
  • ativa  a circulação sanguínea;
  • melhora a azia;
  • as dispepsias;
  • alivia cólicas intestinais;
  • limpa e normaliza o funcionamento do estômago;
  • trata rins, bexiga e pulmões;
  • menstruações difíceis e dolorosas;
  • regulariza o ciclo menstrual;
  • nevralgias;
  • mau hálito;
  • prisão de ventre;
  • vômitos;
  • vermífuga;
  • febrífuga;
  • tônica, estimulante;
  • repele piolhos, etc.
Se a infusão for bebida meia hora antes das refeições, age como estimulante do apetite e da digestão, sendo útil para tratamento de problemas relacionados à anorexia, por exemplo.

Como se prepara o chá de losna?

Chá de losna ou absinto
Aprenda como fazer o chá de losna | Imagem: Reprodução
- Ferve-se meio litro de água e desliga-se o fogo, acrescentando-se 1 colher de sopa do chá e deixando-se abafado por 10 minutos.

Cuidados e contra-indicações

Não deve ser utilizada por gestantes, lactantes nem por longos períodos ou em grandes quantidades, pois pode causar reações adversas, como sufocamento ou paralisia.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).