quinta-feira, 17 de julho de 2014

OSHO – O que é meditação e como praticar?

O que é meditação e como praticar?
Não tem como definir a meditação, é diferente pra cada pessoa. O "mundo" é subjetivo, ou seja, depende do ponto de vista do observador.
E meditação é algo que se busca dentro, não existe um manual.
O que eu entendo pelas minhas experiencias é o seguinte: O único momento que existe é o agora, o passado são só memorias, e o futuro são projeções baseados nas memorias passadas.
Enquanto nós estivermos usando esses mecanismos mentais não podemos nos conectar com a "fonte", a sua essência, a parte mais elevada de você.
Pensamos constantemente sobre coisas, preocupados com o passado, preocupados com o futuro, acabamos por não viver o presente. Isso é mais profundo do que dizer só "eu estou aqui e agora", é preciso realmente compreender essa frase em todas camadas no seu interior.
A nossa verdadeira "alma" é o observador, o resto são ações da mente. O seu verdadeiro "eu" é o que observa momento após momento, infinitamente.
O agora é realmente uma força poderosa, assim que o individuo disse sim para o instante, a afirmação se torna contagiosa. Explode em uma cadeia de afirmações que não conhecem limites. Dizem sim pra um instante, é dizem sim pra toda existência.
Muitas pessoas passam tanto tempo estudando sobre a "maquina" que acabam esquecendo de si próprios, e se tornam a própria maquina.
Aqueles que controlam os sistemas não querem uma sociedade de pessoas pensantes que conhecem a si próprias na sua mais profunda complexidade (e simplicidade ao mesmo tempo, pois nós que complicamos tudo), não querem pessoas espalhando mensagens de amor e união e autoconhecimento.
Pessoas que conhecem a si próprias, entendem melhor as pessoas e o mundo, assim teríamos mais consciência para nos unir e melhorar o mundo.
Em uma sociedade unida não há guerras, não há fome, não há desigualdade, eles sabem que o poder é do povo, sempre foi, sempre será, por isso eles usam mentiras e jogos psicológicos pra nos induzir a inúmeras ilusões egoicas.
Por esse motivo é vital que se de ênfase na busca do conhecimento interior mais do que no exterior.
"Dizer alguma coisa sobre meditação é uma contradição. Meditação é algo que você pode ter, que você pode ser, mas por sua própria natureza não é possível dizer o que ela é.
Meditar é não fazer absolutamente nada, seja física ou mentalmente. Se você começar a fazer alguma coisa, estará movendo-se para fora de seu centro. Quando estiver apenas sendo, isto é meditação. Não é possível fazê-la, não é possível praticá-la. É preciso apenas compreendê-la.
Sempre que você conseguir, pare todo o resto e encontre tempo para apenas ser.
Após ter experimentado esse estado de tranqüilidade, aso poucos você começará a fazer coisas, mantendo-se alerta para que seu ser não seja perturbado. Isso não significa que você tenha que fugir da vida: você se torna o centro do ciclone.
Sua vida continua e, na verdade, torna-se mais cheia de alegria, com mais visão e criatividade. Ainda assim, você está nas nuvens, um observador nas montanhas, apenas vendo o que ocorre ao seu redor.
Meditação não é ciência, não é arte, não é trabalho – é jeito. Brinque um pouco com a idéia de que não está fazendo nada.
Um dia você se surpreenderá: ela terá acontecido. Basta esperar o momento certo.
Dizem que devemos agarrar as oportunidades. Pois eu digo o contrário: continue aberto à meditação e, quando o momento chegar, quando você estiver realmente relaxado e aberto, a meditação irá agarrá-lo. E depois disso não o deixará mais."
OSHO
Publicado por Fatima dos Anjos

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).