sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Angina de Peito



A angina de peito origina crises de dor no peito que duram, em geral, alguns minutos, produzindo-se com frequência quando se faz algum esforço físico.

Quais são os sintomas?

-  Batimentos rápidos do coração (taquicardia)
-  Dores no centro do esterno (sensação de compressão).

NOTA:
-  Não confundir uma crise de angústia ou de pânico com uma crise de angina de peito.
-  Não se preocupe se, de vez em quando, o coração se acelerar sem razão aparente ou adoptar um ritmo irregular por curtos momentos.

Quais são as causas físicas?

A angina explica-se por um aperto de uma ou mais das artérias coronárias que levam o oxigénio ao coração. Este aperto é devido à aterosclerose, isto é, à formação de depósitos de gordura nas artérias.


Quais são os factores psicológicos?

O stress crónico e o seu perfil psicológico podem desempenhar um papel importante no aparecimento e no agravamento da angina de peito.

Como curar-se mais depressa

A angina de peito é tratada por meio de anti-anginais: betabloqueantes, inibidores cálcicos, derivados nitrados, etc.
De lembrar que o tabagismo pode desencadear uma crise de angina.

Alternativas diversas

—► Pode prevenir e travar a aterosclerose recorrendo às plantas, aos suplementos e à alimentação. Experimente também a acupunctura e o ioga.
Para mais informações consulte Distúrbios cardiovasculares.
—► Vejamos então alguns conselhos relativos, especificamente, à utilização da homeopatia em caso de angina de peito.
Consoante as suas necessidades, tome 3 grânulos de um remédio 5 CH logo no princípio da crise, nos casos seguintes:
-  Tem um aperto no coração? Tome Cactus Grandiflorus.
-  Sente uma dor no coração com irradiação para o membro superior esquerdo? Tome Latrodectus mactans.
-  Para além de sentir uma dor no coração, tem suores frios, com vontade de se destapar? Tome Tabacum.

As melhores soluções psicológicas

Um trabalho de natureza psicológica é incontornável para melhorar o seu estado, a longo prazo. Ver Distúrbios cardiovasculares.

Faça ao menos isto:

Para além de aplicar as recomendações médicas e de experimentar as abordagens alternativas acima mencionadas, trabalhe ao nível da dimensão psíquica da sua doença.

De Glossário das Doenças, do Livro O FACTOR X – Como curar-se mais depressa, de ROBERT DEHIN & JOCELYNE AUBRY, Publicações Prevenção de Saúde.
http://solucaoperfeita.com
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).