segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Comida falsa: alimentos que não são o que você pensa que eles são


Não entendeu o título desta matéria?

Leia o texto até o fim e entenderá.

MANTEIGA FALSA

Pipoca!

E aquele cheirinho de manteiga...

Hum..., irresistível!


Infelizmente a manteiga que dá sabor à pipoca vendida na maioria dos cinemas é na verdade óleo de soja aromatizado artificialmente com cheiro de manteiga.

CHOCOLATE FALSO

Você gosta de chocolate?

E se disséssemos para você que possivelmente você nunca comeu chocolate?

A Anvisa estabelece que, para o produto ser chamado de chocolate, ele deve conter, no mínimo, 25% de “sólidos totais de cacau”.

E poucos chocolates no Brasil têm esse teor essa quantidade de “sólidos totais de cacau”.

É o que mostrou pesquisa do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec).

Segundo essa pesquisa, os chocolates produzidos no Brasil, em sua grande maioria, têm pouco teor de cacau.

Lembre-se de que os benefícios à saúde atribuídos ao chocolate, como melhorar a circulação e o humor, estão ligados ao cacau.

Portanto, quanto menor o teor de cacau, menor o benefício.

SUCO EM PÓ OU DE CAIXINHA FALSO

Os sucos de caixinha têm mais água e açúcar.

A quantidade de polpa de fruta é muito pequena. J

Piores são os sucos em pó, que, além de terem uma elevada quantidade de açúcar, apresentam apenas 1% de polpa de fruta desidratada em sua composição.

PÃO INTEGRAL FALSO

Já observou como é "branco" o pão integral vendido nas padaria e supermercados?

O pão integral verdadeiro é é escuro e rico em fibras.

A Proteste realizou uma análise em que quatro marcas de pão integral possuíam mais farinha tradicional que integral.

A mesma análise mostrou que em várias marcas a quantidade de fibras indicadas no rótulo dos produtos era muito menor que a constatada em laboratório.

CEREJA FALSA

Este é um "golpe" de padarias docerias.

A maior parte delas decoram seus bolos e pães doces com pedacinhos da falsa cereja, que na verdade são bolinhas de chuchu embebidas em groselha.

Esses estabelecimentos, ao fazerem isso, procuram baixar o custo de produção, pois um quilo de cereja pode custar até R$ 100,00, enquanto meio quilo de chuchu não custa mais de R$ 3,00.

É justo baixar o custo de produção.

O que não é justo é não informar ao consumidor que, em vez de bolo com pedacinhos de cereja, ele está levando bolo com pedacinhos de chuchu "maquiado" para ficar com aparência de cereja.

KANI KAMA FALSO

Se você é um apreciador de comida japonesa, deve gostar de kani e alguém já deve ter lhe dito que ele é feito com carne de caranguejo, certo?

No Japão é assim, mas no Brasil não.

Aqui o kani é feito com merluza.

E o pior vem depois: entram na mistura corante, óleo vegetal, açúcar e o altamente cancerígeno glutamato monossódico. 
 http://www.curapelanatureza.com.br/2014/01/comida-falsa-alimentos-que-nao-sao-o.html#sthash.9NIJjYoL.dpuf
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).