sábado, 9 de agosto de 2014

Saiba como fazer limpeza nos Rins.


Os rins constituem uma das defesas mais poderosas do organismo e o seu bom funcionamento depende em grande parte da Saúde geral da pessoa.

Na Medicina Tradicional Chinesa o RIM é frequentemente referido como a “raiz da vida” , local do Portão da Vitalidade, Fonte de todos os sistemas internos.

A Natureza mostra que os rins têm a função de eliminar resíduos do natural desgaste orgânico, podendo assim trabalharem sem interrupção até ao fim da nossa vida.

Mas, o Homem foi criado e educado por uma Sociedade que o afastou do Natural, passou a ter uma alimentação inadequada, passou a ingerir e a respirar produtos e medicamentos que a natureza do corpo suporta mas que não tolera muito tempo, o que se traduz numa acumulação de impurezas, e como resultado os rins sobrecarregados do seu trabalho, irritam-se e congestionam-se progressivamente, comprometendo assim a nossa Saúde, e encaminha-nos para os centros de Hemodiálise.

A receita abaixo é muito antiga, e há muito que se defende o seu bom resultado na limpeza do rim.

Precisamos de duas cebolas, meio litro de água.
Pomos as cebolas cortadas em quatro numa panela a ferver por 30 minutos.
Após esse tempo, o líquido reduz para metade.
Deixamos arrefecer. Filtramos.



Receita:

Beber por nove dias o cozimento da cebola.
Despejamos o líquido num copo até dois dedos de altura (como mostra a imagem). Beber em jejum e ao deitar.

Durante o dia, beber meio litro de infusão de cavalinha.

Chamo sempre atenção que não é um único fator que causa a doença, logo também não é uma simples receita que “cura” um rim, mas ajuda.
Qualquer tratamento deve ter a sua ação por via interna e por via externa, por isso por vezes torna-se necessário recorrer a um terapeuta que ajude, como por exemplo fazer acupuntura ou tratamento externo natural, etc.
 
Casa da Saúde Natural
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).