quarta-feira, 12 de novembro de 2014

As dores de cabeça e a enxaqueca

As dores de cabeça e a enxaqueca

Elas representam a nossa dificuldade para aceitar alguns pensamentos, ideias ou sentimentos que nos incomodam ou nos constrangem. O stress, a contrariedade, o fato de remoer ou a exploração de ideias “indesejáveis” ou de constrangimentos exteriores são muitas as tensões que se manifestam através das dores de cabeça ou da enxaqueca.
Quando segue um trajeto pelos dois lados da cabeça, partindo da nuca para terminar na direção das têmporas ou do lado dos olhos, quando não for diretamente no olho, trata-se de uma enxaqueca dita “hépato-biliar”. Ela significa que a tensão é, de preferência, de ordem afetiva, ou que a vivência da situação está no nível afetivo, que o ser está em questão. Ela está relacionada sobretudo ao mundo familiar ou íntimo.
Quando as dores de cabeça são frontais, muitas vezes exprimem uma recusa de pensamentos, uma teimosia no que diz respeito às ideias atuais e incorporadas. Elas estão relacionadas com o mundo profissional ou social, e com a exigência desse quanto a nós.
Do Livro Diga-me onde dói e eu te direi por quê de Michael Odoul
http://solucaoperfeita.com
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).