quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

É tão bom aprender


Não sei se a Vida é uma escola, e não sei se sou boa aluna, mas  uma coisa sei é que tenho muita vontade de sair desta "aula Vida" com uma boa nota.
Para mim é muito bom aprender, tomar conhecimento, principalmente do Homem, das pessoas e de tudo o que as rodeia, acredito que o Homem Foi feito à imagem da Natureza e a Natureza à imagem do Grande Ser.
O conhecimento produz ideias, produz sonhos que moldam a nossa vida e transformam a Sociedade.
O ser-se feliz não precisa de conhecimento, mas podemos aprender através do conhecimento que podemos ser autores da nossa historia e que a vida vale a pena ser vivida apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Tenho defeitos, por vezes vivo ansiosa e à alturas que ando irritada, raramente acuso a vida, prefiro apontar o dedo ás hormonas, à falta de sol, mas a Vida, essa para mim é suprema, por isso agradeço todos os dias o milagre de existir.
Neste planeta a nossa Vida só é possível num corpo físico com leis físicas, que não foram criadas pelo homem, surgiram com o homem e fazem parte desse Grande Livro aberto chamado Natureza.
Nosso corpo é uma das perfeições da Natureza, por isso dedico grande parte do meu tempo a estuda-lo, nunca me canso, foi o que fiz nestas ultimas semanas.
Estudei alguns homens que ajudaram outros a se curarem das suas mazelas, como eles o fizeram, quais eram as suas teorias?
Fiquei empolgada com o que aprendi, quero dizer a todos os que se sentem doentes, que a doença não é um fim em si mesma é um meio do organismo chegar a qualquer lado e onde vai chegar depende de nós.
Na nossa perfeição terrena existe a doença para nos indicar que não estamos a tratar bem o corpo, existe a tristeza, a depressão para nos indicar que não estamos a viver bem a vida, por vezes os dois coincidem, não somos saudáveis  e também não somos felizes, é normal, a felicidade e o animo andam de mãos dadas com a Saúde.
Não existe o sempre feliz, nem o sempre saudável, existe a Homeostasia do que é possível, ou seja com o ar que respiramos, com agua que bebemos, com os alimentos que comemos o corpo, com o exercício físico que fazemos temos o melhor equilíbrio orgânico que é possível, e com aquilo que vivemos, que registamos, os tipos de diálogos interiores, os amores ou desamores, tudo aquilo que é de ordem emocional ou psíquica vai resultar num "produto" o mais equilibrado que a mente conseguiu com os dados que lhe foi dado.
Por isso, estamos sempre a tempo de melhorar, de selecionar o que queremos que faça parte de nós, não podemos desistir nunca, podemos mudar sempre.
Eu acredito que é possível a uma pessoa com depressão viver com animo, com entusiasmo, com vontade de viver.
Eu acredito que é possível deixar de viver com medicamentos para a diabetes, para as dores, para a asma, para o cancro, para a tristeza, para a doença.
 Com o que leio nas linhas e nas entrelinhas, nos escritos de antigamente e nos de agora, eu concluo  que o corpo tem sempre razão e faz sempre o seu melhor.
 
http://casadasaudenatural.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).