domingo, 5 de junho de 2016

Esta é a forma de você se livrar de um torcicolo em menos de 30 segundos!



Às vezes, a gente acorda e o pescoço está com uma terível dor.
Quem nunca sofreu com um torcicolo?
Trata-se de um problema muito comum.
O que você faz quando seu pescoço fica duro e dolorido?
Normalmente as pessoas recorrem a medicamentos.
Alguns apelam para alongamentos.
Mas temos certeza de que o tratamento que vamos ensinar agora poucas pessoas conhecem.

Ela veio do Japão, ensinada por um mestre da massoterapia, especializado em massagens.
Descobrimos essa técnica assistindo a um programa de TV.
Conseguimos o vídeo na internet e vamos compartilhar com você agora.
É bem simples o método.
Mas você sabe o porquê de um torcicolo?
A rigidez no pescoço, acompanhada de uma dor intensa e persistente, é um problema bastante frequente.
As principais razões para a rigidez do pescoço são o estresse, a tensão, o tempo frio ou um movimento malfeito.
O vídeo abaixo lhe dará toda a informação necessária sobre esta técnica notável, que vai ajudar você a resolver este problemas de forma rápida e sem medicação.
Assista e depois leia nossa explicação:
Viu o vídeo com atenção?
Não tem mistério.
Basta colocar um rolo de toalha debaixo do ombro ao lado da área do pescoço onde se concentra a dor.
Espere uns 20 segundos e retire o rolo.
A dor já terá desaparecido completamente.
Não é simples?
Então, na próxima vez que tiver um torcicolo, experimente esta técnica.
Mas tem que fazer certinho, reproduzindo todos os detalhes do vídeo.
Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.
http://www.curapelanatureza.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).