sábado, 11 de junho de 2016

Hormônios do bem estar e prazer

Você já se sentiu cansado, desmotivado, mal humorado, intolerante e extremamente irritado a qualquer estimulo pequeno, desencadeando reações comportamentais agressivas e desequilibradas. Tristeza continua, ligeiro sintoma de depressão e um apetite voraz para carboidratos e doces!!!
Saiba, que você pode estar sendo vítima da produção inadequada de hormônios do bem estar, prazer e recompensa.
Todos eles em harmonia produzem sensação de afetividade, bem estar, motivação, satisfação, sociabilização, alegria de viver, prazer pela vida, por desafios e diminuição dos processos dolorosos. A serenidade, amorosidade e plenitude tomam conta do seu ser.
A endorfina, serotonina, dopamina e ocitocina são consideradas os “Hormônios do prazer”, hormonios
pois elas interferem no cotidiano de nossas vidas e estão relacionadas ao bem- estar em geral. Por isso, os níveis hormonais adequados são essenciais para a saúde física e psicológica. A endorfina é um hormônio produzido pela glândula hipófise, ajuda no combate do estresse, pois tem ação analgésica e relaxante, quando ela é liberada estimula a sensação de bem estar, conforto, melhor estado de humor e alegria.
A Ocitocina é um nonapeptídeo, age como um neurotransmissor ou meuromodulador para: ansiedade, libido, interação social e regulação das respostas neuroendócrinas e cardiovasculares. A ocitocina passou a ser considerada o “hormônio do amor”, pois está relacionada ao prazer, segurança, desejo sexual e bem estar da mente e do corpo, estudos científicos comprovam seus benefícios para o tratamento de crianças autistas e pacientes esquizofrênicos com dificuldades de interação social. A ocitocina também estimula a produção de hormônios anabolizantes como a testosterona e IGF-1, promove o relaxamento muscular e diminui os sintomas da fibromialgia e diminuição da pressão arterial.
A serotonina é um neurotransmissor que atua no cérebro regulando o humor, sono, apetite, ritmo cardíaco, temperatura corporal, sensibilidade a dor, movimentos e as funções intelectuais. Está ligada aos transtornos afetivos e de humor, também está relacionada à liberação de outros hormônios.
Sintomas da Serotonina baixa
A baixa concentração de serotonina no organismo pode levar ao aparecimento de sintomas como:
Mau humor de manhã, sonolência durante o dia, inibição do desejo sexual, vontade de comer a toda hora principalmente doces, dificuldade de aprendizado, distúrbios de memória e concentração, irritabilidade, cansaço, ficar sem paciência facilmente.
A atividade física regular é uma ótima maneira de estimular a produção de serotonina e endorfina até 72 horas após o exercício. Reposição de nutrientes como a clorella, apresenta se como excelente opção de produção deste neurotransmissor afetivo.
A Dopamina é uma substância química liberada pelo cérebro que desempenha uma série de funções, incluindo o prazer, recompensa, movimento, memória e atenção. Doença de Parkinson e dependência de drogas são alguns dos problemas associados com os níveis de dopamina anormais.
Sintomas da Dopamina Deficiente
Falta da sensação de bem estar, felicidade, prazer ou apego aos entes queridos. Você pode não ser capaz de resolver problemas ou administrar sentimentos e responder de forma adequada e pode sentir se distraído com muita facilidade. A fenilalanina e tirosina são blocos de construção necessários para a produção de dopamina, ambos presentes na clorella. Além disso, o Ômega 3, apresenta-se como complementar ao uso da clorella, por sua ação neuroprotetora e facilitadora do aumento da cognitividade cerebral e reparadora de memória
Clorella: É uma alga unicelular, o triptofano, presente nessa alga atua no sistema nervoso central, sendo um dos responsáveis pela produção de serotonina. O triptofano atua como um antidepressivo pois eleva os níveis de serotonina no Sistema nervoso. Além disso, possui em sua composição L-fenilalanina e vitamina B e B6, que atuam na produção de dopamina.
Ômega 3: É uma ácido graxo com efeito protetor sobre os neurônios, aumenta a produção dos receptores de neurotransmissores 9 serotonina, dopamina e noradrenalina que protegem o cérebro e o sistema nervoso central dos radicais livres, substâncias responsáveis pelo envelhecimento). A suplementação atua como um fator positivo para a co-produção equilibrada destes neurotransmissores e sensação de bem-estar..

https://saudenaturalperfeita.wordpress.com
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).