domingo, 27 de novembro de 2016

Perigos do Clonazepam e Diazepam para Hipotireoideanos


As benzodiazepinas são ansiolíticos também consumidos por muitos pacientes com hipotireoidismo. Para pacientes com problemas de tireoide é muito importante entender os efeitos colaterais e o impacto que estes remédios tem na disfunção da tireoide.

Os mais populares são o clonazepam e diazepam, como nomes comerciais Rivotril e Valium. Outros benzos conhecidos são o bromazepam (Lexotan) e o alprazolam (Frontal, Xanax).

Existe um elo cada vez mais comum entre o consumo prolongado destes remédios e o aparecimento ou agravamento de problemas da tireoide. Neste artigo vou partilhar informação importante sobre estes fármacos. Assim você tomar uma decisão informada antes de tomar estes remédios.


Aqui está um estudo sobre os efeitos destes remédios em pacientes com hipotireoidismo. Estes medicamentos têm um efeito gointrogênico, diminuem a resposta do TRH ao TSH, elevam o TSH, diminuem a resposta do TSH ao TRH interferindo no eixo HPT e diminuem os níveis de hormônio da tireoide circulante.

O mais importante para você se lembrar é que estes remédios são altamente viciantes e se quer deixar de tomar as doses devem ser diminuídas bem devagar.

Já foi dito que as benzodiazepinas são mais viciantes que a heroína e levam a vários problemas de saúde. Muitas vezes os efeitos colaterais não são identificados por médicos por que eles não recebem a informação certa das farmacêuticas que fabricam os medicamentos.
Efeitos Colaterais do Clonazepam e Diazepam

Muitos médicos confundem os efeitos colaterais dos benzodiazepínicos com o agravamento do distúrbio mental inicial (depressão, ansiedade, síndrome do pânico). Isto pode levar ao diagnóstico de doenças que você não tem. O que se segue é a prescrição de remédios e tratamentos desnecessários que podem causar mais complicações médicas e piorar a saúde.

Muitas mulheres já fizeram histerectomias desnecessárias (cirurgia para remover o útero) devido aos efeitos colaterais que as benzodiazepinas causam no sistema hormonal, o que interfere na menstruação. Isso é sabido desde 1961, mas poucos médicos conhecem a ligação entre os problemas de menstruação e estes remédios. Mais de 50 anos depois, ainda são feitas cirurgias desnecessárias.
Diagnóstico Errado de Sintomas Induzidos Por Benzodiazepínicos

O diagnóstico errado de sintomas causados pela utilização destes remédios podem levar à prescrição de mais remédios para problemas psiquiátricos que você pode não ter. Pode até levar a pacientes a ser internados em psiquiatrias.

Se você ler com atenção a bula destes remédios, vai saber que as benzodiazepinas são para uma utilização a de curto prazo – normalmente entre 4, 6 ou 8 semanas. Apesar disso os médicos renovam as receitas mês após mês, ano após ano.

Além dos efeitos colaterais a longo prazo, estes remédios podem aumentar muitos dos sintomas que você tentou medicar. Depois do corpo se adaptar, o mecanismo que acalma você naturalmente deixa de funcionar bem. Depois da exposição ao remédio os receptores neurais não conseguem captar GABA da mesma forma.

Quando você deixa de tomar o remédio, os receptores não se conseguem ligar ao GABA para iniciar ligações neurais suficientes. Os receptores GABA ficam regulados para baixo e não estão sensíveis o suficiente para um funcionamento normal.

Estes são os sintomas que podem piorar após a utilização a longo prazo de clonazepam ou diazepam:
Síndrome das pernas inquietas
Insônia
Ansiedade
Câimbras musculares
Vários outros sintomas para os quais as drogas são recomendadas ficam piores depois da utilização a longo prazo.

Estes remédios funcionam bem no início, mas com o passar do tempo pioram os sintomas que prometem eliminar. Você pode notar mais sintomas que tinha inicialmente. Se você toma os remédios para a ansiedade, a ansiedade pode aumentar quando você ganha tolerância ao remédio. Ao ganhar tolerância, pode começar a sentir sintomas de retirada entre as dosagens.

São sintomas similares aos iniciais, por isso você pode pensar que o seu problema está a ficar pior. A reação mais comum é aumentar a dose, tornando o problema cada vez mais grave.

Inicialmente estes remédios funcionam e parecem milagrosos. Você pensa que encontrou uma pílula mágica que faz desaparecer todos os seus problemas. O problema vem depois.
Como Deixar de Tomar Clonazepam e Diazepam

A primeira coisa que você precisa saber sobre a descontinuação de clonazepam ou diazepam é o seguinte:

Se você quer deixar de tomar estes remédios, deve diminuir a dosagem muito lentamente. Provavelmente mais devagar do que o seu médico recomendou.

Parar de tomar estes remédios de uma vez pode levar a problemas e sintomas graves, incluindo ataques epilépticos. Para mais informações consulte o seu médico.
Qual a Sua Experiência com o Rivotril?

Qual a sua opinião? Por favor deixe um comentário com a sua experiência a tomar e a deixar o Rivotril ou outras benzodiazepinas.
http://hipotireoidismo.net/
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).