quinta-feira, 17 de abril de 2014

Hérnia de Disco – Cloreto de Magnésio P.A.

Hérnia de Disco

Depoimento – Hérnia de Disco

Cloreto de Magnésio P.A.


“Meu nome é ERIVALDO KLEBER, tenho 38 anos.
Durante algum tempo passei a fazer exercícios físicos em uma academia em minha cidade de Franca-SP.
Sempre tive um corpo bem flexível, com grande elasticidade nos nervos. Chegava a colocar os dois pés na nuca, encostava com tranquilidade a testa nos joelhos, coisas assim. Na academia, acabei por levantar peso, fazer abdominal etc, no começo sob orientação do professor, mas depois passei a se achar como forte e passei a fazer exercício por conta própria. Daí para frente dá para imaginar.
Certa vez passei a sentir grande queimação na perna esquerda, principalmente no lado de fora da canela. Uma dor desceu ao tornozelo, como se eu tivesse torcido o pé. Essa dor passou a aumentar e chegou a coxa esquerda e daí para toda perna.
No início pensei que fosse alguma infecção no osso, sei lá. Doía muito. Muito mesmo. Ao tirar radiografia nada foi detectado de anormal. Médico me diagnosticou como fibromialgia.
Sabe, tomei remédio e nada. Disseram-me que seria nervo ciático, na coluna. Fui em um neurologista (antes achava que quem mexe com coluna era ortopedista) e fiz uma ressonância magnética.
Ficou constatada uma lesão nas vértebras L4 L5. Melhor esclarecendo, uma hérnia de disco lombar ocasionada por trauma ocasionado por exercício mal feito. Pensamento foi a mil. Engraçado que todo mundo quer dar palpite na sua saúde. Toma isso, toma aquilo, vai no farmacêutico da farmácia da esquina que ele coloca a coluna no lugar. Faz cirurgia espiritual, fiz apoio em barra, etc.. Confesso que fiz de tudo.
Tomei remédios todos. Diclofenaco, biprofenid, flotax, nimisulida, umas injeções vermelhas doloridíssimas.
Nada resolveu. Passei a tomar as folhas de bálsamo (sim, aquelas folhinhas de bálsamo) batido no liquidificador todos os dias.. Tomava no suco de laranja, colocava no feijão, no arroz.
Na parte da manha, em jejum tomava dois copinhos de Cloreto de Magnésio PA todos dias. Depois na hora do almoço. No meio do dia e por fim a noite.
O gosto meio amargo, mas passei a usar o cloreto de magnésio como hábito. Comia bálsamo e bebia o cloreto.
Por uns dois meses foi nesse ritmo. Já havia escutado historia do cloreto de magnésio para as articulações (joelho, coluna, pressão arterial) fazia bom efeito.
Por confesso a todos que realmente funciona. Minha hérnia de disco nunca mais me incomodou. Lógico que também tomo alguns cuidados. Nunca me abaixo sem dobrar os joelhos, não pego peso além de 20 kg. Dirijo normalmente.
Só um detalhe. Aconselho cloreto de magnésio pa e não cloreto de potássio (o salamargo) que é vendido nas prateleiras de supermercado. Cloreto de potássio pode dar pedra nos rins e além de tudo dá diarréia. NÃO SE ESQUEÇA. CLORETO DE MAGNÉSIO P.A (PARA ANÁLISE).”
ERIVALDO KLEBER
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).