quarta-feira, 18 de junho de 2014

HIPOTIREOIDISMO – UMA LENTIDÃO DE TODO ORGANISMO



Uma glândula não funciona quando todo um organismo não funciona
Descubra aqui as relações que existem entre o funcionamento da glândula tireoide com o seu organismo, com os seus hábitos e como isso pode afetar a sua saúde. Conheça as diferenças entre uma abordagem determinista, que só vê a doença, e uma abordagem integral, que vai além dos simples sintomas e procura ter uma visão mais holística. O foco aquio ser humano e as suas relações com o todo e assim entenda como uma doença como o hipotireoidismo pode encontrar um outro caminho de cura.
AS FUNÇÕES DA TIREOIDE
A glândula tireoide, localizada na parte anterior do pescoço, com um formato semelhante a um escudo, é a grande responsável pela manutenção do metabolismo celular de todo organismo. O hormônio produzido por ela, a tiroxina, é despejado no sangue, se acoplando a inúmeros receptores celulares, promovendo trocas metabólicas, síntese de proteínas, aumento na produção energética. Além da tiroxina, produz também calcitonina, que possui importante papel na homeostase do cálcio. O hipotireoidismo é uma expressão da carência desses hormônios em quantidades insuficientes no organismo, ocasionando toda uma sintomatologia que lesa a qualidade de vida da pessoa.

ALGUNS SINTOMAS
Lentidão para se movimentar, raciocínio lento, memória débil, humor deprimido, desânimo, falta de energia, constipação, pele seca, aumento de peso, edemas, coração lento, aumento na sensação de frio entre outros. A instalação desses sintomas na maior parte das vezes é bastante lenta, gerando em muitos casos uma demora na realização do diagnóstico pelos dados clínicos e laboratoriais.

UMA VISÃO MAIS INTEGRAL
Por que a glândula fica “preguiçosa”?
Em geral o tratamento ocidental leva em conta a reposição do hormônio tireoidiano, sendo tomado diariamente em jejum pela manhã. Esse tratamento traz benefícios para o paciente e os sintomas desaparecem, no entanto, isolado, como única medida de tratamento, gera uma dependência da pessoa ao uso do hormônio.
A pergunta que deve ser feita sempre nesses casos é “Por que a tireoide está preguiçosa e não está cumprindo sua função?”
Num olhar determinista vamos justificar isso sem uma causa aparente. Por exemplo, a Tireoidite de Hashimoto, a maior causa de hipotireoidismo, é vista como doença autoimune (o próprio organismo gera anticorpos contra a glândula) sem causa clara, o que chamamos na medicina de causa idiopática. Não sabemos o porquê dessa reação, apenas sabemos seus resultados e tratamos os mesmos.
Numa visão mais integral iremos entender a tireoide como uma glândula acoplada em um organismo. O organismo fica lento e portanto a glândula não é mais capaz de produzir o hormônio. A lógica é inversa. Entendemos que essa pessoa está toda num estado YIN (lenta, fria, úmida e deprimida) e, portanto, sua glândula também, diferente de pensar que seria a glândula a responsável por produzir o estado de lentidão.
A glândula é apenas uma “peça” acoplada numa placa mãe central geradora de energia, o tubo digestivo. Isso significa que a alimentação cumprirá um importante papel tanto na doença quanto na cura. Em outras palavras, uma pessoa toda Yin tem maior chance de gerar um hipotireoidismo.
GERAR MAIS YANG E ENERGIA PARA TRATAR O HIPOTIREOIDISMO
Se tivermos como preocupação do tratamento a manutenção e fortalecimento dos mecanismos geradores de energia do organismo, trataremos o hipotireoidismo sem dificuldades e, muito provavelmente, “ressuscitaremos” a tireoide, trazendo um novo estado de homeostase equilibrado do corpo. Na imensa maioria dos casos, diminuiremos a dosagem de reposição hormonal e possivelmente tiraremos o hormônio no tratamento, pois a tireoide volta a funcionar.
Mas então, como gerar mais Yang, energia operacional, para se movimentar, pensar, ter insights, pensamentos, consciência, calor e agilidade e dar adeus ao Hipotireoidismo? Por quatro vias principais:

- RESPIRAR MELHOR
As pessoas vivem com narinas trancadas, rinitentas, encatarradas, espirrentas, pegam resfriados com facilidade. O Pulmão não está cumprindo a função de produzir Wei Qi (Qi de Defesa) e, portanto, calor. Neste caso, o resultado é a perda de um importante pilar de produção energética através do ar respirado. Precisamos de oxigênio para sobrevivermos e realizarmos o processo aeróbico e de produção de ATP (molécula de energia) no corpo. Quem respira mal, fica mal de muitas coisas, então é preciso fazer o nariz e o pulmão funcionarem para termos energia do ar.
- COMER MELHOR
As pessoas estão intoxicadas a longo prazo de corantes, agrotóxicos, conservantes, excesso de temperos, industrializados desvitalizados, comida em estado de putrefação, laticínios, picantes e oleosos. Isso gera intoxicação celular, gasto energético para tentar remover o “lixo”, desnutrição de componentes importantes no metabolismo, gerando uma fraqueza geral e uma gama de sintomas variados, dentre eles os gastrointestinais (azia, eructos, plenitude, boca amarga, constipação ou diarreia, hemorroidas, e outros). Portanto precisamos arrumar nosso tubo digestivo se quisermos ter energia, disposição e “alimentarmos” nossa tireoide da maneira apropriada.
- DORMIR BEM
Quem não dorme consome rapidamente a bateria, manifestando um semblante pálido, desvitalizado, olheiras, cansaço crônico, falta de concentração, entre outras coisas. Dormir bem garante a recomposição de diversas moléculas do organismo. Permite-nos assimilar o estresse do dia a dia através dos sonhos e recarregar nosso Yang. Ficar parado e quieto fortalece o Yang! Então para tratar o hipotireoidismo precisamos saber como a pessoa dorme!
- MANTER AS RESERVAS DA ESSÊNCIA ARMAZENADA ENTRE OS RINS
A raiz de toda nossa essência vital (Jing), está localizada num ponto chamado “Fogo da Porta da Vida” ou “Ming Men”, localizado entre os dois Rins. Esse ponto é o cruzamento de todos canais sutis Yin e Yang do nosso organismo. É o ponto médio de equilíbrio do corpo e a raiz do Yin e Yang. Do ponto de vista ocidental, a essência vital é equivalente ao conceito de genoma. Na compreensão chinesa essência é a raiz do Qi Pré Celestial (o que recebemos dos nossos pais). Se ao longo da vida nos “estragamos” (comendo mal, dormindo mal ou respirando mal) iremos consumir mais rapidamente essa essência e inúmeras doenças crônicas poderão surgir como diabetes, hipertensão e hipotireoidismo. Para evitarmos esses estados mórbidos devemos manter essas reservas intactas, comendo, respirando e dormindo bem.

OS FATORES EMOCIONAIS
O território da glândula tireoide é governado pelo coração (Xin). O coração é a sede da mente e das emoções. Portanto, os fatores emocionais muito provavelmente estão envolvidos, mas isso deve ser avaliado individualmente, caso a caso, pois a complexidade humana exige uma escuta que permita o outro se expressar e verbalizar, pela fala e pelo corpo, as representações da sua mente. De qualquer forma sabemos que as emoções intensas e de longa duração geram estagnação e consomem substâncias vitais do organismo. Portanto, o equilíbrio das emoções é muito importante no tratamento.
DICAS ALIMENTARES
Se o hipotireoidismo é uma síndrome (conjunto de sinais e sintomas) YIN, então tudo que comemos e seja Yin deve ser evitado, pois agrava o quadro clínico. Quais são os alimentos mais YIN:
- Laticínios como iogurte, queijo, requeijão, nata, leite, creme de leite, ricota, etc. São os maiores produtores de umidade e frio.
- Oleosos como coco, amêndoas, castanhas, nozes, amendoim, chocolates, etc. – Eles geram umidade em grandes quantidades.
- Folhas cruas como saladas cruas em geral – Elas são difíceis de serem digeridas pela alta concentração de celulose, consomem energia no processo de digestão.
- Comidas geladas – Estas devem ser evitadas pois agravam o frio.
- Apimentados como temperos industrializados com alho, pimenta, cebola, rúcula, agrião, pimentão, gengibre, etc. – Eles geram dilatação de poros na pele, perdendo mais calor e agravando o quadro clínico.
DICAS DE TÉCNICAS DE YOGA
- Kundalini Yoga – modalidade que enfatiza a respiração de fogo (bastante movimento e respiração) – Excelente para quem está desvitalizado, mas pode ser Hatha Yoga ou Ashtanga Yoga.
- Saudação ao Sol (Surya Namaskar) – Equilibra o Yin e Yang, deve ser feita de preferência pela manhã ao nascer do sol.
- Posturas que contraiam as costas como bhujangásana, dhanurásana, virásana, etc.
- Pranayamas como nadi shodana (equilibrando as polaridades) e mahapranayama. Respiração abdominal baixa, concentrando o ar abaixo do umbigo, combinado com mulabhanda (fortalecimento de assoalho pélvico).

DICAS DO SONO
- Dormir em horários definidos, sempre antes da meia noite.
- Evitar atividades estimulantes à noite, como internet, televisão, jantares.
- Acordar junto com o Sol, para pegar “carona” na energia dele.
- Fazer relaxamento antes de dormir para a qualidade do sono ser boa.

caminhosdecura.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).