domingo, 27 de julho de 2014

O Glúten pode Iniciar e Perpetuar Doenças


Glúten é uma palavra derivada do latim que significa cola; é uma proteína viscosa que se encontra nos cereais como trigo, cevada, centeio e aveia, ou seja há muito que é consumida.
Mas, neste momento tem uma guerra aberta contra ele, parece que ele é bem prejudicial para o nosso intestino, e tudo aquilo que prejudica o intestino diminui a saúde e é causa de doenças.
Normalmente os alimentos industrializados apresentam no seu rotulo o alerta "contém glúten", importante para as pessoas intolerantes ou alérgicas ao glúten como as celíacas.
A doença Celíaca é uma reação autoimune do organismo contra o glúten, ou seja as células de defesa atacam esta proteína e ao mesmo tempo também as paredes do intestino, provocando uma atrofia na mucosa o que vai impedir a normal absorção de nutrientes. Acredita-se que a doença celíaca seja desenvolvida por pessoas geneticamente suscetiveis, mas lembremo-nos de que  o genoma é como um bloco de mármore, o que irá tornar-se em termos de escultura depende do ambiente, pois nem todos os genes se expressam.
Neste momento, estudiosos de Harvard e outros têm alertado para os transtornos relacionados ao glúten, o gastroenterologista pesquisador Alessio Fasano chega mesmo a dizer que " a dieta sem glúten não é uma moda é uma necessidade médica".
Porquê que o Glúten é mau?
Porque aumenta a permeabilidade da parede intestinal.
Esta permeabilidade permite que uma variedade de produtos que normalmente eram excluídos, passem á corrente sanguínea, como bactérias, proteínas mal digeridas, virus, etc.
Estas bactérias, proteínas e vírus ao chegarem à corrente sanguínea disparam uma resposta de defesa por parte do organismo pois são consideradas ameaças, nem deviam de ter entrado, isso só aconteceu porque o intestino foi danificado pelo glúten, pelos antibióticos, anti-inflamatórios, antiácidos.
O corpo para fazer frente a esta entrada de substâncias estranhas, inflama, ele foi programado assim - inflama para que os mediadores inflamatórios atraiam os glóbulos brancos conhecidos como leucócitos, que são como operários capazes de limpar tudo o que está mal ou a mais dentro do corpo, neste caso limpar aquilo que erradamente entrou através do intestino lesado.
Até aqui tudo bem, mas a situação complica-se, torna-se cronica porque diariamente estamos a consumir alimentos, neste caso o glúten que está continuamente a agredir o intestino, assim continuamente a passar substâncias nefastas para a corrente sanguínea e continuamente o corpo está a inflamar e essa inflamação vai ser mais acentuada onde se localizar as ditas substâncias estranhas que entraram.
Por isso, a inflamação é a pedra angular das doenças que todos nós fugimos, as doenças autoimunes como  diabetes tipo 1, Alzheimer, esclerose múltipla, artrite reumatoide, lúpus, etc.
Qual é a solução?
A prevenção, a cura ou qualquer tratamento tem de levar em conta a Saúde e a Integridade da Parede Intestinal, coisas como o glúten, agua com cloro, antibióticos e falta de próbioticos, tudo isto representa ameaça à integridade da parede do intestino e nos predispõe à inflamação cronica, mãe de todas as doenças.
 Temos de aprender a respeitar esta parte do corpo tão delicada mas tão precisa, pois é demasiado influente na Saúde do nosso sistema imunológico.
De pouco adianta fazer exames através dos anticorpos para saber se tem intolerância ao glúten, até porque há poucos métodos de diagnostico para observar esta situação patológica, o melhor é ficar 3 meses sem consumir glúten e observar como o organismo reage, principalmente se tem uma doença autoimune.
Há muito que se consome pão, portanto há muito que se consome glúten, o problema é que estamos a consumi-lo em excesso e hoje ele é processado de maneira diferente, a molécula em vez de ser partida é espremida indo inteira para o aparelho digestivo, além dos pesticidas e das mutações pelas quais estas sementes tem passado nos últimos anos. Para tudo isto o nosso corpo só conhece uma resposta que é INFLAMAR, por isso vivemos numa sociedade de pessoas inflamadas - logo - doentes.
Mas não devemos de desistir, antes pelo contrario, aprender e acreditar que nunca é tarde para reverter um quadro clínico.
Fonte :Casa da Saúde
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).