quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Saúde através das plantas - CASTANHA DA ÍNDIA




Aesculus Hippocastanus L

Castanha da Índia
O extrato da castanha da índia (Aesculus Hippocastanus L) contém vários princípios ativos, incluindo esculosídeos (heterosídeos cumarínicos), saponinas terpênicas (Escina) e bioflavanóides (Quercetina, Campferol e Esculina).
Os derivados cumarínicos agem nos distúrbios vasculares periféricos e nos edemas protéicos, retiram as proteínas do interstício e promovem a drenagem linfática. A escina atua sobre os distúrbios vasculares periféricos e sobre o edema. Os bioflavanóides possuem ação antiinflamatória, por inibirem o ciclo da lipoxigenase e cicloxigenase. Como resultado destas funções, não há liberação dos principais mediadores inflamatórios (prostaglandinas e leucotrienos), com redução da permeabilidade capilar, redução da inflamação e da dor.
Indicações: A castanha da Índia tem indicação nos casos de edemas vasculares crônicos conseqüente à varizes e na cosmetologia no tratamento das celulites.

Medicina das Plantas
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).