quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Tintura de cravinho (Cravo da Índia)

Tintura de cravinho (Cravo da Índia)

O "cravinho" também é conhecido como "cravo da Índia".
É um condimento de sabor intenso que se pode comprar nos supermercados.
Para fazer tintura usa-se o cravinho em grão.
Coloca-se um (ou mais) pacote de cravinho dentro dum frasco, cobre-se com álcool etílico ou com qualquer bebida muito alcoólica: cachaça, aguardente, rum, brandy, bagaceira, etc.
Cobre-se até um ou dois centímetros acima do cravinho.
Pode-se começar a usar ao fim de 12 horas (de um dia para o outro) mas fica mais forte ao fim de vários dias. Guarda-se assim mesmo e dura anos.

Como se toma, ou usa, depende da finalidade.
A tintura de cravinho tem uma infinidade de aplicações: pode ser usada na dor de dentes, nas inflamações de garganta, de estômago, do aparelho digestivo e outras; e também em todo o tipo de infecções ou afecções da pele, inclusive para micoses.

Ainda serve para resolver os problemas de prisão de ventre.
Fricciona-se a barriga, em movimentos circulares no sentido dos ponteiros do relógio (da direita para a esquerda), com 4 ou 5 gotas de tintura de cravinho misturadas com um pouco de óleo para a pele, leite corporal, ou creme. Faz efeito imediato.

Tanto internamente como externamente, nos casos gerais, a dose é uma ou duas gotas. Internamente numa colher de sopa cheia com água, sumo ou chá e toma-se duas ou três vezes ao dia, até desaparecerem as queixas.

Para interrupção da gravidez (provocar aborto) a dose tem de ser aumentada (4 a 5 gotas três a quatro vezes a dia) e ajudar com algum outro chá ou produto que deve ser tomado ao mesmo tempo.
As pessoas aprendem rapidamente a fazer a dosagem em função do efeito pretendido e da tolerância do organismo. Para testá-la comece sempre por usar apenas uma gota...
 
http://socionatural.blogspot.com.br
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).