domingo, 10 de agosto de 2014

CUIDADO......Gelo em Seis de Dez Restaurantes Têm Mais Bactérias do que a Água dos Sanitários

O gelo servido em seis dos dez mais populares restaurantes de rua britânicos contém mais bactérias do que a água encontrada em seus banheiros, concluiu uma investigação do The Mail on Sunday. 
Testes científicos comprovam que o gelo de filiais de McDonalds, Burger King, KFC, Starbucks, Cafe Rouge e Nando's tinham níveis mais elevados de bactérias do que as amostras de água retiradas de seus sanitários. Especialistas dizem que pode ser devido ao fato deles serem limpos com mais frequência do que as máquinas de gelo.
Nenhuma das amostras encontradas apresentaram um risco imediato à saúde, mas quatro continham níveis tão elevados de micróbios que os restaurantes devem ser considerados um "risco de higiene", de acordo com um laboratório acreditado pelo governo.
As amostras de McDonalds, KFC, Burger King e Nando's sugeriram 'falta de higiene' sobre seu gelo, disse que o laboratório.
Nos casos do Nando's e do Burger King, os níveis de bactérias no gelo eram mais do que o dobro do que o que os cientistas disseram que esperam ver na água potável.
Para os testes, os funcionários foram convidados a fornecer uma amostra de gelo em um saco estéril. Uma amostra de água no restaurante higiênico também foi tirada por um profissional de saúde ambiental credenciado.
As amostras, obtidas a partir de filiais de dez cadeias em Basingstoke, Hampshire, foram então encaminhadas em um recipiente refrigerado para Microtech Serviços Wessex em Bournemouth, Dorset, para testes.
Especialistas dizem que as amostras do McDonalds, KFC, e Nando's mostraram que a contaminação era susceptível de ter sido causada por "questões ambientais", como uma máquina de gelo suja.
O resultado do Burger King sugeriu que a causa foi a contaminação humana, provavelmente a partir de um membro da equipe não lavarem as mãos.
Os resultados levaram algumas das cadeias a reverem os seus procedimentos de limpeza, embora duas empresas contestaram as conclusões.
Dr. Melody Greenwood, um ex-diretor do laboratório da Agência de Proteção da Saúde, disse que os resultados mostram que os restaurantes precisam garantir que seus funcionários estão devidamente treinados para lidar com gelo.
"Este é um aviso", disse ela. "É fácil esquecer que o gelo pode transportar bactérias, por achar que é muito frio para os germes, mas isso está longe da verdade. Germes, como a E.coli podem se esconder em máquinas de gelo. Em alguns casos, como o Nando's, encontramos o dobro da quantidade de bactérias que se esperaria encontrar [na água potável]. Isto é causado por coisas como uma falha em limpar as máquinas e conchas usadas pelo pessoal do restaurante'.
As amostras foram testadas para patógenos e seus totais de contagem de bactérias em 22Cº e 37Cº. As contagens mais elevadas a 37Cº são frequentemente associadas com a contaminação por contato humano ou animal, como a carne na cozinha. Contagens de 22Cº levantadas são geralmente devido a organismos ambientais e pode indicar uma falha em limpar as máquinas de gelo.
No teste a 22Cº, o Nando's teve os mais altos níveis de bactérias. As diretrizes do laboratório recomenda não mais de 1.000 organismos por ml de líquido. O Nando's teve 2.100, o McDonald's 1400, e o KFC 1100.
No teste a 37Cº, as diretrizes afirmam que níveis superiores a 100 organismos por ml mostram evidências de falta de higiene. Burger King foi o único a ultrapassar o limite, com 260 organismos.
Os cientistas dizem que há um nível satisfatório de bactérias que pode ser maior do que a encontrada na água do vaso sanitário. A qualidade de gelo no Starbucks e Cafe Rouge caiu nesta categoria.
Um porta-voz Burger King disse: "Nós estamos trabalhando com o franqueado para investigar a situação". Um porta-voz para o franqueado que opera o KFC disse: "Nós retreinamos a equipe em procedimentos como medida de precaução".
No Café Rouge um porta-voz disse: "Tomamos essas questões muito a sério e imediatamente tomamos medidas para rever o processo de fabricação de gelo no restaurante".
E um porta-voz do McDonald's disse: "O gelo testados continham baixos níveis de bactérias comuns consideradas aceitáveis ​​e seguras para o consumo".
Starbucks disse que a amostra de gelo, inadvertidamente, tinha sido contaminado pela equipe quando abriram a bolsa estéril. Um porta-voz disse: "imagens do circuito interno confirma que ela foi contaminada antes de ser testada."
Um porta-voz de Nando disse: "Nós refutamos esses resultados e não aceitamos que eles demonstrem quaisquer falhas.
--------------------------------------
Seria interessante fazer a mesma análise nas filiais brasileiras destes restaurantes, imagino que a situação seja ainda pior.
Fontes: 
http://filosofiaimortal.blogspot.com.br.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO

Este site tem finalidades exclusivamente informativas.
É importante esclarecer que este site, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.
Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a
manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação,independentemente de censura ou licença" (inciso IX).